As Verdades – Dzi Croquettes

O grande barato dos documentários é conhecer histórias. Tinha um leve conhecimento de que um grupo chamado Dzi Croquettes tinha existido e mais nada. Foi com essa bagagem quase inexistente que, numa zapeada na TV a cabo, o documentário premiada de Tatiana Issa e Raphael Alvarez surgiu na tela e me fisgou.

O ano era 1972, o Brasil vivia em plena ditadura militar e treze homens formam um grupo que destruiria padrões e teria influencia direta na música e no teatro Brasileiro dali em diante. O espetáculo montado pela trupe misturava dança e texto tudo feito por andróginos com roupa extravagantes, muita maquiagem e purpurina. Vendo as muitas cenas do espetáculo que estão no documentário é impossível não pensar no Secos e Molhados, no besteirol, nas Frenéticas e tantos outros ícones culturais brasileiros dos anos 1970 e 1980.

O documentário vai mesclando fotos e cenas com entrevistas dos integrantes do grupo, amigos e pessoas que foram diretamente influenciadas por eles. A narrativa começa destacando a importância de Lennie Dale e Wagner Ribeiro na formação do grupo. Conhecer um pouco mais da trajetória de Lennie no Brasil foi um quê a mais para mim. Sabia que ele era importante nesse período e sempre associei ele a clássica coreografia de Elis Regina cantando Arrastão no Festival da Canção e parava aí o meu conhecimento sobre ele. Aqui pude entender melhor a grandiosidade dele e a sua fundamental influencia da nossa cultura.

O Dzi fizeram um sucesso estrondoso no Brasil e na França. Eram algo inusitado para qualquer padrão, homens peludos, gays, vestidos de mulher, cantando, dançando, fazendo graça no palco. Em um dado momento uma das entrevistadas francesas falando sobre o impacto do Dzi fala “Jacques Brel sendo cantando por um homem negro vestido de mulher” falando sobre o número de Paulo Bacellar cantando ne me quitte pas. Essa estranheza combinada com o talento de todos era o que fascinava as plateias. Eles seriam revolucionários mesmo hoje.

Dzi Croquettes é desses documentários imperdíveis para nos entender. Ele está disponível no Globosatplay para quem tem o canal Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *